Quinta-feira, 30 de Junho de 2005
Figura120.jpg

Após um árduo dia de trabalho, e de regresso a casa. Eis que o meu telefone toca.
- Estou sim.
- Johnny pá. Ganda maluco comé?
- Quem fala?
- Sou eu pá. Não me digas que não me reconheces.
- Peço desculpa. Mas sinceramente, não sei quem fala.
- Epá sou eu. O irmão do David.
- Quem? Qual David?
- O Filipe man!
- haaaaaaa! Então pá tas bom?
-vai-se andando amigo. E tu?
- Epá é o costume, sempre bem, ou não. Mas diz lá o que queres.
- É para saber se queres entrar no torneio de futsal do vitória de Setúbal?
(ui torneio de futsal?) pensei. – Epá... já há quase um ano que não jogo à bola.
- E o que é isso para ti amigo? Até parece que precisas de estar em forma para jogar bem.
Confesso que me senti lisonjeado. – Se calhar é melhor recusar o convite, não tenho muito tempo livre ultimamente.
- Deixa-te de merdas man. Joga lá por nós.
- Não sei... quem é que joga na equipa?
Ele lá me foi dizendo nomes, e eu limitava-me a responder: «hã, hã» como se conhecesse algum dos nomes, o que realmente não correspondia à verdade. – Posso dar-te a resposta até quando?
- Epá tem de ser já, porque terminam as inscrições hoje à noite.
- Agradeço o convite, mas é melhor recusar. Não tenho nem tempo nem forma física para fazer um torneio como o de Setúbal.
Ele continuou a insistir, mas eu recusei sempre. Até que finalmente ele percebeu que eu não ia realmente jogar.
- Ok man, pronto. Fica para outra altura.
- Pois, é isso. Mas obrigado na mesma.
Desliguei o telefone e pensei: «quem era este gajo?» mas lá me dirigi para casa.
Já com o estômago aconchegado pelo repasto nocturno, fui ao café onde normalmente sempre vou. E eis que me dizem: - o teu primo anda à tua procura.
- Qual primo?
- O Xavier.
Resolvi ligar-lhe. – Então pá, qué que queres?
- É para te dizer que vamos jogar ao torneio do vitória, o primeiro jogo é 4ª feira às 21:30h.
Bem, este nem me perguntou se eu queria, inscreveu-me logo! – Olha lá. Conheces algum Filipe irmão de um David?
- Não! (respondeu-me imediatamente) mas porquê?
Após uma breve explicação do que me tinha acontecido, ele respondeu de forma bastante elucidativa.
- Pois tá bem! Mas agora não te esqueças do jogo amanhã.
E assim foi, no dia seguinte à hora marcada lá estávamos todos reunidos no café para irmos para o jogo, quando houve um amigo que inteligentemente perguntou.
- Vamos jogar contra quem?
- Contra a equipa do Filipe. (respondeu outro)
- Quem? Perguntei eu. E confesso que gostava de ter visto a minha cara no momento.
- Do Filipe, o irmão do David.
Isto realmente há coisas do caraças!

Gregos ou Troianos...
Continuem bem!


publicado por pjohnny às 12:14 | link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

Sexta-feira, 17 de Junho de 2005
un_Farm_Cats.jpg


Tenho andado muito ocupado. Por isso, deixo desde já o meu pedido de desculpas, pela ausência. Sei que para a comunidade bloguista que aqui vem incessantemente, tem sido doloroso não poderem desfrutar dos textos, mas vejam isso como um método de terapia, ou não!
Bem, o que me leva a escrever hoje é nada mais, nada menos, do que o simples facto de não ter nada melhor para fazer de momento, assim sendo vou debitar para aqui umas merdas. Ou não!
Então... Andava eu muito descansadinho da minha vida, a beber uns copos. Quando sou confrontado com uma questão colocada por um dos meus ilustres amigos. Questão essa, que me intrigou de tal forma, que até engoli em seco... claro que depois tive de beber uma cervejola para acabar com a secura, que se alastrava pelo meu lindo e delicado pescoço. Ou não!
Realmente, fiquei pensativo, abstraído de tudo o que me rodeava, acho que até me deram uns suores frios. Pois... mas os suores foram causados porque a merda da empregada do café, fez o favor de me entornar uma imperial em cima. O problema nem foi ficar molhado, mas sim o facto daquela ave rara, ter estragado tão precioso néctar. Mas enfim, continuemos. Ou não!
Intrigado que estava, pois aquela questão era de facto algo que a todos devia preocupar, retorqui com um simples «Qué que queres dizer com isso?», ao que ele me respondeu educadamente: «responde mas é à merda da pergunta!». Eu que nem sou de ficar sem palavras, fui obrigado a um esforço mental de tal forma intenso, que uma partícula de água salgada, caiu através do meu rosto, indo posteriormente alojar-se logo dentro da merda do copo de imperial. «Tal tá a minha sorte hã!? Logo dentro do copo? Chiça.»
- Ó ave rara! Traz-me outra imperial, que esta ficou salgada.
Enquanto andávamos naquela saudável discussão, mais ilustres amigos foram chegando. A todos a questão intrigava. «Tas a brincar.» Diziam uns. «Não pode ser.» Afirmavam outros, «a sério?» pois é caros bloguistas, mas que raio de pergunta para se fazer a um homem depois de um dia de trabalho. Ou não!
Andámos nisto uma série de horas, mas verdade seja dita. Não chegámos a conclusão nenhuma.
Mesmo sentado à mesa, com um jantar digno da mais nobre aristocracia, a questão continuava no meu pensamento. Ou não!
Escusado será dizer, que quando voltei ao café para beber a bela da bica, aquilo estava num completo alvoroço, aquela questão a todos tinha atormentado. Como é que era possível acontecer tal coisa? Ou melhor. Como era possível, terem permitido tamanha injustiça? Mas em que mundo é que nós vivemos? Como pode a nossa sociedade estar tão degradada? Posso dizer-vos que eu fiquei chocado, indignado, revoltado até. Ou não!

Gregos ou Troianos...
Continuem bem!


publicado por pjohnny às 16:46 | link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito

falar de tudo não dizendo nada!
mais sobre mim
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


posts recentes

Voltei, voltei...voltei d...

Actualidades

limpeza etnica

Mulheres fora do Futebol

no meu tempo é que era (r...

Halls Mentholiptos

voltei voltei....

Brokeback Mountain

Gerações???Mas que geraçõ...

no meu tempo é que era!

arquivos

Abril 2012

Setembro 2008

Julho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

blogs SAPO
subscrever feeds