Sexta-feira, 17 de Junho de 2005
un_Farm_Cats.jpg


Tenho andado muito ocupado. Por isso, deixo desde já o meu pedido de desculpas, pela ausência. Sei que para a comunidade bloguista que aqui vem incessantemente, tem sido doloroso não poderem desfrutar dos textos, mas vejam isso como um método de terapia, ou não!
Bem, o que me leva a escrever hoje é nada mais, nada menos, do que o simples facto de não ter nada melhor para fazer de momento, assim sendo vou debitar para aqui umas merdas. Ou não!
Então... Andava eu muito descansadinho da minha vida, a beber uns copos. Quando sou confrontado com uma questão colocada por um dos meus ilustres amigos. Questão essa, que me intrigou de tal forma, que até engoli em seco... claro que depois tive de beber uma cervejola para acabar com a secura, que se alastrava pelo meu lindo e delicado pescoço. Ou não!
Realmente, fiquei pensativo, abstraído de tudo o que me rodeava, acho que até me deram uns suores frios. Pois... mas os suores foram causados porque a merda da empregada do café, fez o favor de me entornar uma imperial em cima. O problema nem foi ficar molhado, mas sim o facto daquela ave rara, ter estragado tão precioso néctar. Mas enfim, continuemos. Ou não!
Intrigado que estava, pois aquela questão era de facto algo que a todos devia preocupar, retorqui com um simples «Qué que queres dizer com isso?», ao que ele me respondeu educadamente: «responde mas é à merda da pergunta!». Eu que nem sou de ficar sem palavras, fui obrigado a um esforço mental de tal forma intenso, que uma partícula de água salgada, caiu através do meu rosto, indo posteriormente alojar-se logo dentro da merda do copo de imperial. «Tal tá a minha sorte hã!? Logo dentro do copo? Chiça.»
- Ó ave rara! Traz-me outra imperial, que esta ficou salgada.
Enquanto andávamos naquela saudável discussão, mais ilustres amigos foram chegando. A todos a questão intrigava. «Tas a brincar.» Diziam uns. «Não pode ser.» Afirmavam outros, «a sério?» pois é caros bloguistas, mas que raio de pergunta para se fazer a um homem depois de um dia de trabalho. Ou não!
Andámos nisto uma série de horas, mas verdade seja dita. Não chegámos a conclusão nenhuma.
Mesmo sentado à mesa, com um jantar digno da mais nobre aristocracia, a questão continuava no meu pensamento. Ou não!
Escusado será dizer, que quando voltei ao café para beber a bela da bica, aquilo estava num completo alvoroço, aquela questão a todos tinha atormentado. Como é que era possível acontecer tal coisa? Ou melhor. Como era possível, terem permitido tamanha injustiça? Mas em que mundo é que nós vivemos? Como pode a nossa sociedade estar tão degradada? Posso dizer-vos que eu fiquei chocado, indignado, revoltado até. Ou não!

Gregos ou Troianos...
Continuem bem!


publicado por pjohnny às 16:46 | link do post | comentar | favorito

10 comentários:
De Killimanjardas a 29 de Junho de 2005 às 08:07
Ó Joni...as saudades que tu tens de mim pá.....
Tadinho...ficas assim ...confuso.....
Essa merda dessa questão tb já a tinham colocado a mim, e apesar de não ter chegado á mesma conclusão que tu, tb achei que não era coisa que se perguntasse a uma pessoa de bem.No entanto, tenho de te dizer que já em 1987 essa questão foi colocada a um fiscal das finanças que , e apesar de toda a sua preparação para responder a tal questão, não o conseguiu fazer sem o devido aconselhamento jurídico.Aconselho-te a procurar ajuda especializada (refiro-me a ajuda especializada para responder á questão e não ajuda especializada para tratar da tua sanidade).De qq modo tenta basear a tua resposta a essa questão em principios- quer morais quer de ordem politico-religiosa - que sejam válidos e empiricamente aceitáveis...Só assim vais conseguir engatar chavalas...Ou não!
Um abração para ti ;)


De js a 24 de Junho de 2005 às 11:45
... não tendo muitos artigos ...não entendo porque não deixas por mais tempo os artigos na página inicial... desse modo ganhariam mais visiblidade e poderiam ser comentados...
FORÇ'AÍ!
js de http://politicatsf.blogs.sapo.pt


De Alice no lalaland a 24 de Junho de 2005 às 10:23
li...reli...e voltei a ler e cada vez me convenço mais que o Dear J anda a precisar de férias ou de uma 'vida'... pr'álem de andar sempre metido na bejeca.. gera confusões à sua volta... mas já agora...afinal qual era a merda da pergunta que o transtornou??? ou NÃO...
cumprimentos


De darkeyes a 24 de Junho de 2005 às 10:02
Aiiiiiiiiiiii ca ganda confusão que aqui vai, canudo!!! Causa maria: nem tudo o que começa por PJ (tal como pjohny) é da PJ!!!! ahahahahaha....ganda noia, como diria o baixinho!


De Johnny a 23 de Junho de 2005 às 16:33
Pirilampo? :s quem é esse? e já agora, Causa quem és tu?


De darkeyes a 21 de Junho de 2005 às 09:47
Depois de ler isto...fiquei como os frequentadores do bar...a pensar na questão! De facto, ele há com cada coisa! Não cheguei à indignação mas...como é possível tal coisa?! Só então reparei no título...e fiquei aliviafo...a questão não é esta!! Porra, que alívio!!


De Crowe a 20 de Junho de 2005 às 19:21
O facto de usares o termo ave rara... bem PJ... Ave é moi même oh tu e rara pois claro... sim k como eu não há mais nenhuma(a minha mãe garantiu-me k não havia gémea desaprecida com meio medalhão ai perdida pelo mundo)... repense lá a terminologia que usa para maldizer quem o incomoda e não lhe sabe tirar a loira ... tá a ouvir oh Sr.?!


De Passo a 20 de Junho de 2005 às 09:31
É realmente já tavamoscom saudades .. ou não hehehehe mt pertinente essa questão ate me deixou aki a matutar .. ou não heheheeh um abraço


De Causa a 19 de Junho de 2005 às 03:34
Ahahahahahah já tinha saudade desta tua má lingua.
Olha lá, espero pelo menos que a ave rara te tenha compensado...com uma à borla...falo da imperial claro,que julgavas tu que era ;)
Já tenho saudades tuas , vê lá se fazes uma visitinha e trás lá o pirilampo contigo.
Será que devo dizer o que é o pirilampo???
Queriam... mas não digo!!!!!!!!
Mentes perversas...e ainda falam da má lingua ;)

Beijo enorme em tu :))


De Roody Van Beer a 17 de Junho de 2005 às 17:24
Olha lá oh...pázinho!! Mas que raio de conversa é essa?
Por acaso calhei a passar nest blog e, eis senão quando, me deparo com a mais insane conversa que os meus olhos tiveram a oportunidade de ler nos últimos anos, senão mesmo minutos...Ou será...ah! não interessa para o caso.
Isto leva-me a crer que te andas a esquecer de tomar os comprimidos para o esquecimento!!! Ou não.
Pera aí, o que é que estava eu a dizer??? O que é que estou aqui a escrever...?? O que...
Oh mãe, os meus comprimidos?


Comentar post

falar de tudo não dizendo nada!
mais sobre mim
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


posts recentes

Voltei, voltei...voltei d...

Actualidades

limpeza etnica

Mulheres fora do Futebol

no meu tempo é que era (r...

Halls Mentholiptos

voltei voltei....

Brokeback Mountain

Gerações???Mas que geraçõ...

no meu tempo é que era!

arquivos

Abril 2012

Setembro 2008

Julho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

blogs SAPO
subscrever feeds